OS COOKIES NA SUA PROVA

COOKIES

Saiba como os biscoitinhos com gotinhas de chocolate são cobrados em sua prova

Até um tempo atrás, o termo “cookies” era usado única e exclusivamente para se referir àqueles deliciosos biscoitinhos com gotinhas de chocolate (adoro esses). Tanto que sempre que vou falar sobre isso nas minhas aulas presenciais, quando eu pronuncio o termo COOKIES, os alunos falam “ah… biscoitos!”.

COOKIES - GOTAS DE CHOCOLATE
Há indícios de que o início da história do cookie vem de quando os cozinheiros britânicos, lá no século XVII, iam preparar bolos. Na hora de fazer a receita, antes de eles efetivamente colocarem o bolo todo para assar, eles separavam um pedaço da massa e a colocavam no forno para testar a temperatura.

OK… esse post não é sobre culinária e muito menos sobre a história dos cookies (de comer).  Esse post foi criado com o intuito de te ensinar sobre os cookies que são usados em computação e principalmente sobre como eles são cobrados em provas de concursos públicos.

Leia as linhas abaixo com muita atenção, afinal de contas, entendendo o que está escrito aqui, se em sua prova cair alguma questão falando sobre esse assunto, você terá muita facilidade em encontrar a resposta correta.

O que são Cookies?

Cookies são arquivos de texto que o site visitado armazena no computador do usuário. Um cookie armazena as preferências de navegação do usuário naquele site. Nele está escrito qual foi a data da última visita, quanto tempo ele passou no site, quais foram as páginas que ele visitou, quantos cliques ele deu e até mesmo quanto tempo passou em cada página.

Mas qual é o objetivo disso?

Aí é que tá! Da próxima vez que o usuário visitar aquele site, aquele cookie que ele gravou será lido e o site, identificando as preferências ali descritas, será capaz de se exibir de forma personalizada ao usuário. Com isso, o usuário passará mais tempo no site e as chances de comprar algum produto exibido por aquele site se tornam muito maiores, já que as ofertas serão totalmente direcionadas às suas preferências.

Já notou como o instagram sabe exatamente o que você gosta? Não é estranho quando a gente faz uma pesquisa na Internet e imediatamente o instagram exibe anúncios relacionados ao que pesquisamos? A sensação é de que ele está nos vigiando o tempo todo.

Sim, na verdade ele está nos vigiando mesmo e isso se dá através da leitura dos cookies salvos em nossos dispositivos.

Quando os anunciantes criam seus anúncios, eles definem qual será o público algo, ou seja, as pessoas para as quais seus anúncios devem ser mostrados. Então, por exemplo, se quero vender cursos de culinária, é interessante que eu faça anúncios direcionados a pessoas que se interessam pelo assunto.

Como o instagram vai saber quais de seus usuários se interessam por culinária? Por meio da leitura dos cookies armazenados nos dispositivos desses usuários.

 

Os cookies gravados por um site podem ser lidos por outros

Por padrão, um site consegue ler todos os cookies gravados no computador (ou smartphone) do usuário, e não somente aqueles que ele (o site) gravou. Sendo assim, temos aí um problema de privacidade, afinal de contas, você pode não querer que qualquer site saiba sobre as suas preferencias de navegação. A boa notícia é que, por meio das configurações de privacidade do seu Browser, você pode fazer ajustes finos no intuito de impedir ou permitir a gravação/leitura de cookies. É possível, inclusive, selecionar os sites que podem ou não podem fazê-lo.
Os cookies também podem ser excluídos e essa é mais uma forma de ter um pouco mais de privacidade quanto aos seus dados.

Mensagem de aceitação de Cookies

 

 

Por que todos os sites estão me perguntando se quero aceitar os cookies?

O Presidente da República, Jair Bolsonaro, sancionou a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais), que passou a vigorar a partir do dia 18 de setembro de 2020. A lei foi sancionada, sem vetos, e publicada no Diário Oficial da União. A partir de agora, as empresas e os cidadãos teram direitos e responsabilidades acerca dos dados e informações que são obtidos pelos meios digitais.

Caso você queira saber um pouco mais sobre essa lei, clique aqui.

Agora, sites que fazem leitura e gravação de cookies devem alertar os seus visitantes sobre isso e os visitantes devem informar se permitem ou não. É por isso que você tem lido esse termo (cookie) como nunca antes.

 

Fique atento(a)!

Esse é um assunto que está em evidência e as bancas organizadoras estão aproveitando para coloca-lo em suas questões, sem dó e nem piedade. Lembre-se de que mesmo tendo relação direta com a nossa privacidade, cookies não são malwares, não danificam nossos arquivos e nem roubam os nosso dados. Lembre-se também de que eles armazenam as nossas preferências de navegação e que podem ser bloqueados ou excluídos.

Quer saber como esse assunto será cobrado na sua prova?

Se você estuda para concursos públicos, é claro que vai querer saber como os Cookies serão cobrados na sua prova. Preparamos uma lista de questões de provas anteriores que falam exatamente sobre o assunto. Para fazer o download dessa listam basta clicar no botão abaixo.

Esperamos que seja de grande valia para você.

Um grande abraço!

Equipe Estudo TOP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.